terça-feira, 4 de março de 2008

Your House or mine?

Para a Meg
(que, como eu, tem um fraquinho por ele...)

17 comments:

Teresa disse...

E lembras-te dele ANTES?

A primeira vez que o vi no House estive quase o episódio inteiro a tentar descobrir de onde conhecia eu aquela cara ( I never forget a face, frase-chave para decifrar um livro da grande Agatha Christie - A Gata Agreste), eu sou igual, os nomes é que são o busílis).

Quando, lá muito para o fim (tamanha a diferença de personagens) descobri, devo ter dado a gargalhada do século. Era o extraordinário Príncipe Regente do Blackadder - a única coisa em que consigo tolerar o Rowan Atkinson. O humor de caretas nunca fez o meu género: tirando o genial número da máquina de escrever, continuo a não suportar Jerry Lewis.

av disse...

Tens razão, claro!! O príncipe Regente... nunca me lembraria dessa! Eu adorava o Blackadder, uma série fantástica. Saudades das boas séries da britcom, as últimas não têm tido grande graça.
Apesar de também não apreciar muito o género "torta na cara", abro uma excepção para o Rowan Atkinson, Mr. Bean incluído e tudo. O homem é genial, Teresa, já pensaste que é também um conceituadíssimo actor dramático, de Shakespeare? Já o Jerry Lewis nunca me convenceu, não lhe acho graça nenhuma.

Teresa disse...

Não consigo engolir o Mr Bean, é superior às minhas forças - e eu que tanto esperava dele, por adorar o Blackadder! Lembras-te da Miranda Richardson (Academy Award Winner!) como Isabel I? De gargalhada! Birrenta, mimada, insuportável - DELICIOSA! E o criado do Blackadder, aquele nojento com o rato pendurado na orelha? Fabulosa personagem! Para não falar no amigo gay...

Beijo. Tenho de ir dormir.

P.S. O Pedro M-B convidou-nos às cinco (as BBC) para uma jantarada na quinta para breve, eu levo a música (imposição dele), ele dá o resto. E já me deu uma dica valiosíssima para a vinhaça do próximo jantar (sem ele).

Teresa disse...

Errata: As CBC: Cell Block Chicks.
É o sono.

av disse...

Ok, depois combina-se isso.
Mas devia ser antes Cell Blog Chicks...
Beijinhos

Teresa disse...

Loooool!!!

Para citar a fabulosa Velma Kelly (o Vítor chama-me muitas vezes Velma L..., por causa da voz de contralto profundo e do tremendo azar)... «Why didn't I think of that?»
Cell Blog Chicks é brilhante.

É de mudar o nome ao grupo ou não? Fica à votação. Eu estou no sim.

MariaV disse...

Também voto na mudança do nome para Cell Blog...
Bjs

Meg (Sub Rosa) disse...

Uh la la:
Cá, a madrugada vai alta, são 3 della matina,: apanho o meu presente, agradeço insuficientemente, e volto depois.
Presentes são coisas muito sérias não se deve deixar para depois;-)))
Beijos, muitos muitíssimos, querida.
Meglyn

P.S. O Hugh Laurie era fabuloso no A Bit of Fry and Laurie?. você viu? Na BBC?
Mais e muitos beojos.
sôfrega e emocionada com Doctor "Grouse":-)))

Meg (Sub Rosa) disse...

Beojos?
Ora, ora, ora... beijos, pois.
;-))

Sofia disse...

Mas vocês não tem Messenger? LOL

Olha que comigo o House podia dar as injecções que quisesse que não me importava e tu sabes a mariquinhas que eu sou, não sabes? Por isso, imagina o meu grau de fã...

Eu conheço um 'menino' parecido com ele, pena é não ser médico!

beijinhos

SC disse...

Ainda não me deixei contagiar. É série que nunca vi.

av disse...

Meggy,
Não me lembro do "A Bit of Fry and Laurie", mas juro que vou procurar e depois comento contigo.

Sofia,
Pois, pois... injecções e tudo, hein?

SC,
A única explicação para estar imune é mesmo nunca ter visto a série, acho eu...

Capitão-Mor disse...

LOL! Isto fez-me lembrar uma músiquinha do Quim Barreiros...

Capitão-Mor disse...

LOL! Isto fez-me lembrar uma músiquinha do Quim Barreiros...

av disse...

Uma musiquinha do Quim Barreiros????? Que ideia! Não vale ofender o nosso House, Capitão... e em que é que ele é parecido com o Quim Barreiros, não me dirás?

JuliaML disse...

risos

o nosso Capitão quer deixar-nos K.O :-)

é um charme, sim! um pedaço de homem!

não gosto, por mais esforços que faça, da série...

av disse...

Cá para mim isso é ciúmes do House, Capitão...

Eu gosto da série, Júlia. É uma perspectiva diferente do universo hospitalar, e sobretudo do perfil de um médico, completamente ao contrário do que achamos que ele deve ser. Mas admito que o Hugh Laurie contribui muito para esta minha opinião...
beijinhos