domingo, 16 de dezembro de 2007

Obrigada

Obrigada a todos os meus amigos que tiveram a paciência e a coragem de ter ido ontem à Azambuja para o lançamento do meu livro, nesta época em que todo o tempo está ocupado.
E obrigada também a todos os que não puderam estar presentes, e, literalmente, me entupiram o telefone e o computador com mensagens e mails tão queridos que me aqueceram a alma.
A todos agradeço, comovida, porque sei que os amigos são o mais precioso dos bens. E os meus são os melhores do mundo!

10 comments:

manuel teixeira disse...

O que é esta fotografia de grupo com autocarro e tudo ?!
Do que se trata?

av disse...

Manel,
Fui eu que fiz como o PS, nas eleições de Lisboa: enchi uma camioneta de reformados, levei-os a ver o convento de Mafra e, antes que dessem por isso, estavam na Azambuja! Não os viste por lá?
Beijos

Mad disse...

LOOOOOOOL! Só foi pena as ondas das lombadas... e a ausência do Cachucho.

tcl disse...

Ana, estive mesmo para ir, mas à última, com trabalho para fazer, mais o frio e a preguiça, acabei por não me pôr ao caminho. Soubera eu da camioneta de reformados....
;-) Felicidades sinceras e beijos

sem-se-ver disse...

não deu pra ir :-(

parabéns, em todo o caso, e mais uma vez!!

:)

Sofia disse...

Eu fui... e de boleia! Mas não me tinhas falado no autocarro? O que vale é que ainda apanhei umas queijadinhas e uns copitos de vinho...
Agora ante de ir fazer ó-ó, vou ler mais um conto! Arranjaste um bom marcador, porque à medida que vou lendo, as páginas vão caindo e assim, sei sempre onde vou. LOL

beijinhos e até amanhã

av disse...

Viste? Aí está um novo conceito de leitura: pagina lida, página fora!! Não se perde tempo...
beijinhos, miúda.

av disse...

Tcl e Ssv,
Foi pena não terem ido, mas vai haver outras ocasiões. Obrigada na mesma.
bjs

rv disse...

Adorei a fotografia!
(Depois diz-me como posso fazer para devolver a pandeireta que o senhor da camioneta distribuiu à gente logo depois da primeira paragem para o xixi, naquela taberna da Bobadela.)
E, tirando a excursão, do que gostei mais, foi mesmo da "Gente do Sul"!
E as folhas do meu livro não cairam!
Bjs à autora
Rosarinho

av disse...

Rosarinho,

LOL!

Guarda a pandeireta, era oferecida, como o almoço de coiratos. Se fosse só o livro nao ia ninguém!