sábado, 20 de outubro de 2007

Men die first because they want to


E para que não me acusem de ser inflexível neste tema eterno e sempre quente "homens versus mulheres", aqui deixo um texto com graça - e com graça se dizem algumas verdades, há que admiti-lo - que me foi enviado por um amigo, suponho que como provocação, devida à onda feminista dos meus últimos posts. Mantive o inglês porque achei que se perderia muita da sua fina ironia na tradução. Os ingleses são exímios nessa arte.
Como vês, Manel, aqui está ele. Pronunciem-se. Palpitem. E viva o contraditório!


If you put a woman on a pedestal and try to protect her from the rat-race… you’re a male chauvinist.
If you stay home and do the housework… you’re a pansy.
If you work too hard… there’s never any time for her.
If you don’t work enough… you’re a good-for-nothing scum bag.
If she has a boring, repetitive job with low pay… this is exploitation.
If you have a boring, repetitive job with low pay… you should get off your lazy arse and find something better.
If you get a promotion ahead of her… that’s favouritism.
If she gets a job ahead of you… it’s equal opportunity.
If you mention how nice she looks… it’s sexual harassment.
If you keep quiet… it’s male indifference.
If you cry… you’re a wimp.
If you don’t… you’re an insensitive bastard.
If you make a decision without consulting her… you’re a chauvinist pig.
If she makes a decision without consulting you… she’s a liberated woman.
If you ask her to do something she doesn’t enjoy… that’s domination.
If she asks you… it’s a favour.
If you appreciate the female form and frilly underwear… you’re a pervert.
If you don’t… you’re gay.
If you like a woman to shave her legs and stay in shape… you’re sexist.
If you try to keep yourself in shape… you’re vain.
If you don’t… you’re a slob.
If you buy her flowers… you’re after something.
If you don’t… you’re not thoughtful.
If you’re proud of your achievements… you’re full of yourself.
If you aren’t… you’re not ambitious.
If she has a headache… she’s tiered.
If you have a headache… you don’t love her anymore.
If you want it too often… you’re oversexed.
If you don’t… there must be someone else.

Men die first because they want to.

Juntei uma musiquinha adequada a esta declaração de guerra masculina: Le Ballet (Celine Dion). Dancemos, pois.


8 comments:

Miguel disse...

Nalguns casos, com graça se dizem algumas verdades. Este caso não é o caso. Noutros casos com graça se diz toda a VERDADE. Este caso é o caso. Quer dizer....não é bem o caso. É que a verdade do que aqui está escrito é tanta que acaba por nem ter graça. A verdade absoluta perde a graça e a ironia...porque esta e aquela são uma procura da verdade.

ana vidal disse...

Ah, temos portanto um fundamentalista!
Miguel... a VERDADE absoluta??? Nada menos do que isso? Caramba, é assim mesmo que vês as mulheres? E ainda arriscas chegar perto delas? Corajoso...
Conta lá.
:)
bjs

Mário Cordeiro disse...

Men die first simply because they are stupid!

O Dr. James Watson errou o alvo: não são os pretos, são os homens!

Um dia virá em que o Planeta dos Macacos será devolvido aos ditos. Entre os quais os portadores dos cromossomas XY.

Manel. Perdeste a aposta! Paga!

ana vidal disse...

Mário,
Queres tu dizer, segundo o teu estranho raciocínio: um dia o mundo será devolvido aos estúpidos! Será? E será que isso será considerado evolução?? Ou seja, lendo de outra forma o teu estranho raciocínio: hoje o mundo é dos(das?) portadores de cromossomas XX; leia-se: dos (das?)inteligentes! Certo?

Manel:
Era uma aposta? Então paga, meu amigo, porque pelos vistos a perdeste. Sorry. Tão básico, tão previsível...

manuel teixeira disse...

Mário

Desculpa lá mas entre cromossomas e apostas (!?) não percebo RIGOROSAMENTE NADA do que estás para aí a dizer.
Aposta, qual aposta ?
Paga ! Pago o quê ?
Acho que continuas passado dos carretos, amigo, e encontro-me incapaz de acompanhar o teu raciocínio, pá.

Quanto ao texto, acho que não percebeste nada, mas eu explico (e nada pior do que explicar uma piada...)

Então é assim: Todas as afirmações feitas sobre as várias situações, o homem sai sempre perdedor porque a mulher dá sempre a volta de modo a que Ela tenha uma desculpa e Ele seja sempre 'the looser'.
A única coisa em que Ele decide para si e em definitivo, é em ser o primeiro a morrer. Porque assim o quere e porque assim lho permitem. Get it ?
Triste, não é ?

***********************************

Ana

"Manel:
Era uma aposta? Então paga, meu amigo, porque pelos vistos a perdeste. Sorry. Tão básico, tão previsível..."

Desculpa lá, tb tu, mas tb não te percebo de todo. (!?!?!?)
Deve ser culpa minha, mas ambos vocês estão total e completamente 'ereméticos' !!!
O que é que é "tão básico, tão previsível..." ?!
Juro-te que não entendo nada. Mas nadinha, mesmo !
Já agora, se te quiseres dar ao trabalho de explicar...

Manel

ana vidal disse...

Explico com muito gosto, Manel: talvez eu tenha interpretado mal (nesse caso peço desculpa), mas deduzi do comentário do Mário que havia uma aposta sobre se eu poria ou não aqui este texto. A minha dedução não me parece disparatada, lendo o que está escrito, e o que é previsível é os homens fazerem apostas sobre este tipo de coisas. É antigo.
Mas, como afirmas não saber de nenhuma aposta, então enganei-me e peço ao Mário que faça as cobranças das apostas noutro sítio, já que não têm nada a ver comigo...
Faz-me uma justiça: não só publiquei o teu texto como admito que ele tem graça e que diz algumas verdades (embora não a verdade absoluta, como defende o Miguel). Quanto à explicação da piada, para mim não era precisa: eu percebi-a.

beijos
ana

Mário disse...

Só agora vi as reacções ao meu comentário. Antes que desencadeie qualquer tempestade, deixem-me "ispilicar".

Men die first simply because they are stupid!
Corolário do texto do Manel que a Ana publicou, e bem explicado pelo mesmo no comentário anterior.

O Dr. James Watson errou o alvo: não são os pretos, são os homens!
que são estúpidos, segundo o que foi afirmado antes, e de acordo com as "conclusões" do referido Watson. 2+2=4

Um dia virá em que o Planeta dos Macacos será devolvido aos ditos. Entre os quais os portadores dos cromossomas XY.
Era uma forma de admitir que nós, homens, portadores de XY, somos um bocado macacóides... e básicos, e imaturos, e imediatistas.
Se o mundo é "mandado" pelas nulheres? Não, pelo contrário, mas há algumas mulheres que revelam uma maneira de mandar que amedronta qualquer ser humano, o que permite pensar que se "elas" mandassem assim não era nada bom. Mas é meramente opinativo.

Manel. Perdeste a aposta! Paga!
Porque um dia apostei contigo se alguma mulher acharia graça a este texto - eu disse que sim, e houve uma (até o colocou neste Blogue). Já não te lembras, Manel, porque foi há que tempos (acho que em Fevereiro de 2006!). E eu também já não sei o que é que apostámos, mas pode ser um bife no Império e umas bejecas.

Manel: agora para ti: sempre que discordares, não compreenderes ou outra coisa, escusas de entrar pela artilharia pesada de insulto/juízo de valor/diagnóstico.
Não gosto, repito, não aprecio, que digam que estou passado dos carretos (continuo, não é), doido ou outra coisa assi. Desculparás, mas não é o meu estilo andar pela blogosfera a sugerir que os meus interlocutores são "atrasadalmentinhos". Como vês, o meu comentário fazia sentido, pelo menos para mim. Se achas graça, se éstá certo ou se é apenas uma boca foleira, isso é outro tipo de análise, mas não tem rigorosamente nada a ver com "passado dos carretos". Já cheira a mofo esta acusação.
Não queres por uma vez repensar e pedir desculpa? Era bonito, como o atum espanhol.

ana vidal disse...

Mário,
Vou só comentar a tua 4a explicação, porque as outras ou são apenas opiniões tuas - e estás no pleno direito de tê-las - ou se dirigem a outras pessoas (neste caso o Manel) que não precisam que eu as defenda.
Portanto, no que diz respeito à tal "aposta", tenho a dizer-te que Si non e vero, e ben trovato.

Seja como for, já lá vai.