segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Momento ainda mais narcísico


Nariz, nariz e nariz,
Nariz, que nunca se acaba;
Nariz, que se ele desaba,
Fará o mundo infeliz;
Nariz, que Newton não quis
Descrever-lhe a diagonal;
Nariz de massa infernal,
Que, se o cálculo não erra,
Posto entre o Sol e a Terra,
Faria eclipse total!

(Bocage)

Prometo que não falo mais no assunto, mas não resisti.

11 comments:

JuliaML disse...

vês? não achas que mais vale ter o nariz partido ou tê-lo como o desse homem tipo Cyrano?? O teu tem compostura, o dele,não sei..

As melhoras ,amiga

beijo

av disse...

O meu está sem compostura nenhuma, Júlia... mas há-de recuperá-la, que eu tenho o nariz empinado sempre que é preciso!

Um beijinho

RAA disse...

Pobre vizinha! Presumo que neste momento compita com o Cyrano... As melhoras.

av disse...

Infelizmente, vizinho. E não sei qual de nós ganharia, num "nariz de ferro"...
Obrigada, bjs

PSB disse...

Ana
De saudar que a queda tenha só afectado, mesmo, o nariz, deixando intacto o teu espírito de humor, para mais, em causa própria.
Beijinhos e as melhoras

av disse...

Obrigada, Pedro. É preciso muito mais do que um nariz partido para me tirar o humor. Ou muito menos, às vezes...

Sofia disse...

O teu está muito mais original... não ligues às más línguas!
beijinhos e muito gelo

O Réprobo disse...

Querida Ana,
qualquer referência desprimorosa ao acidentado será sempre meter o dito onde se não é chamado.
Beijinho

av disse...

Obrigada, miúda.

Pode dizer o que quiser, Paulo! O meu nariz é a nova mascote deste blog, e fui eu mesma quem começou com a brincadeira...
Um beijinho

Leonor Barros disse...

As melhoras, Ana.

av disse...

Obrigada, Leonor.