quarta-feira, 11 de julho de 2007

Mãos na massa


Frase do dia (do dia do debate à dúzia na RTP, mais exactamente):

"Chega de palavras. O que é preciso é pôr as mãos na massa"
(Fernando Negrão)

Chegou tarde, amigo. Não tenha grandes ilusões. Duvido que ainda haja alguma massa na Câmara de Lisboa para pôr as mãos.
"The early bird gets the worm"...

9 comments:

jayme disse...

Particularmente, tenho um pé atrás com o discurso "chega de palavras, vamos à ação". Me parece coisa de gente que não sabe o que dizer ou tem algo a esconder. Me lembra muito a lenga-lenga do candidato do PSDB à presidência do Brasil, Geraldo Alckmin, que tentava esconder suas (muitas) limitações políticas sob o discurso do mãos-à-obra. Como anda a política em Portugal? Há tempos não a acompanho como gostaria.

Mad disse...

Nem eu, que sou portuguesa... Tenho que começar a ver o raio do telejornal mais vezes. Mas 90% das notícias na SIC são de futebol. E a Quadratura aqui passa a horas indecentes.

av disse...

Ah, Jayme, basta ler um dois jornais portugueses (ou blogs de jornalistas, que estao actualizadíssimos) e vc vai perceber que estamos mal. Segundo muitos, a voltar à idade das trevas: com uma qualidade de vida miserável, repressões de vários tipos e graves tentativas de limitação à liberdade de expressão. E tudo isto, pasme-se, com um governo socialista!
Há uma vocação ditatorial no nosso primeiro ministro, disso parece não haver dúvida.

Ana

av disse...

Mad,

Pois, o ópio do povo agora é o futebol. Uma espécie de anestesia colectiva que nos impede de raciocinar, como convém.

bjs

Lord Broken Pottery disse...

Ana,
Eles, os políticos, sempre chegam depois que levaram a massa.
Beijo

av disse...

Lord B-P,

Não sei se no Brasil a palavra "massa" também tem esse significado (aqui significa dinheiro), mas normalmente os políticos não estão muito interessados em chegar, se ela não existe. Por isso brinquei com esta frase de um dos candidatos à Câmara (prefeitura) de Lisboa, já que a dívida acumulada é enorme e não há mais "massa" para tentar ninguém.

beijo
Ana

rv disse...

Madalena, lembras-te de um dia em que te queixavas do Brasil eu ter dito "aqui não está melhor" ? Vês agora ?
Ao menos tens calorzinho todo o ano, podes andar sempre de t-shirt e de pé ao léu ! Manda lá mas é o "jatinho", a ver se eu não ia...

Ana, o teu amigo Jayme tem razão: o mal não é só a corrupção, é também a incompetência dos políticos (costumo dizer que não basta ser sério, é preciso ser competente no que se faz).

Bjs

av disse...

Tens razão, RV, a incompetência somada à corrupção é o desastre total. E temos tanto das duas, por cá...

bjs
ana

FL disse...

Ana,

É por estas e por outras que no próximo domingo vou votar de plena consciência.

Não acredito em nenhum deles. Mas ainda há aqueles de que, apesar de não acreditar, ainda dizem umas tretas de jeito.

Isto está a ficar muito parecido com o Brasil...

Beijos