domingo, 30 de março de 2008

Clap, Clap, Clapton

O grande Eric Clapton faz hoje 63 anos. Aqui o têm, numa canção de James Taylor de que eu gosto muito, a assinalar o dia. Escolhi esta versão "karaoke" para poderem cantar com ele. Parabéns, Eric, e obrigada por tantos e tão fantásticos momentos que me tens dado. No teu caso acho que se pode aplicar, sem favor, a máxima do vinho do Porto: quanto mais velho...

(Don't let me be lonely tonight- Eric Clapton)

(Nota: Esta homenagem foi uma sugestão de um amigo, igualmente fã de Eric Clapton e sempre atento a estas efemérides da boa música. A escolha da música é minha.)

4 comments:

cristina ribeiro disse...

...melhor. Um autêntico Vintage!
Beijinho

O Réprobo disse...

Querida Ana,
também vinha preparado para brincar com a sonoridade comum do nome e do aplauso. Assim, subscrevendo quanto ao aspecto musical, cumpre deixar ainda uma nota de admiração por ter gozado os favores da Bruni...
Beijinho

av disse...

É verdade, Cristina. Um Vintage de garrafeira de expert...

Paulo, aí é que não estamos de acordo: quem teve a sorte (e o bom gosto) foi a Bruni!

Sofia disse...

Adoro as versões karaoke, não sei se quem está comigo gosta, mas não importa! Assim canto com mais confiança!

Gosto tanto desta, de dançar agarradinho... buá! Estou uma sentimentalóide do pior!

Beijos que eu vou cantar