quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

Love hurts...

Embirro com datas impostas pelo comércio, mas este video é irresistível.
O amor também é humor.

Se não conseguir ver o video, experimente aqui.

8 comments:

Teresa disse...

Não consigo ver o vídeo, irra! Fica a mastigar e não acontece nada. E eu fiquei curiosa e sinto-me defraudada por não poder ver uma coisa que prometia fazer-me sorrir ou até - ó coisa preciosa! - rir.

Só posso comentar as tuas palavras. O amor TAMBÉM é humor? Vou mais longe: tem de passar por aí. Ou conseguias apaixonar-te por alguém a quem não admirasses o sentido de humor? Eu não.

E estou a lembrar-me de situações delicadas que uma boa gargalhada salvou... Não posso contar, sorry.

Beijo grande.

av disse...

Teresa,
Vou tentar pôr outra vez o video, que é divertido.
Respondendo à tua questão estou absolutamente de acordo, como já vem sendo hábito: o sentido de humor , para mim, também é condição necessária (e quase que suficiente...) para me apaixonar por alguém. Já me aconteceu descobrir depois que afinal não tinha assim tanto (o amor é cego, minha amiga) mas na altura, pelo menos, pareceu-me...
Uma boa gargalhada salva muitas situações delicadas, é uma grande verdade!

PSB disse...

Ana
Também não consegui abrir o vídeo, mas fui dar a volta.
Adorei o ar angelical do Cupido... e, tem graça, nunca o tinha imaginado tão grande, tão obeso e tão rosadinho...
Não só não está politicamente correcto, por causa de tanta obesidade, como o seu médico de família (será que conseguiu ter um?) não deve achar graça nenhuma às últimas análises: de certeza que está com o colesterol e os triglicéridos bem acima dos níveis recomendáveis, portanto, candidato a um avc, no mínimo.
E depois, o que fazia a Humanidade sem Cupido?

JG disse...

Mas onde é que vais buscar estas coisas. Já vi várias vezes (no Sapo. O teu não abriu).
O Cupido tipo anjinho papudo com cara de faz-de-conta faz-me lembrar a porteira do prédio ao lado do meu que já fez não sei quantas lipo e continua redondinha.
Faz lipo, arredonda. Faz lipo, arredonda. Irra!

av disse...

Pedro, não consigo imaginar o Cupido com um avc! No mínimo, errava a pontaria e disparava setas aos alvos trocados. Um Cupido assim talvez fizesse o Bush apaixonar-se pela Zita Seabra, ou a Carla Bruni pelo Castelo Branco, sei lá...

JG, as portuguesas têm muita tendência para o famigerado "ó Rosa arredonda a saia", infelizmente. E a tua porteira ganha bem, caramba... ou será o major do 5º Esq. a pagar-lhe as lipos?

Sofia disse...

Ui até me doeu a mim... tanta flecha! Aqueles 'pulinhos' finais do cupido são qualquer coisa...

beijinhos miúda e muitos sorrisos
(não custa nada tentar!)

av disse...

Beijinhos, Sofia.
;)

Anónimo disse...

Long live romance !

Saint Valentine forever !

manuel teixeira