quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Uma Utopia possível

Passam hoje 60 anos sobre a morte de uma das mais fascinantes e ímpares personagens da história da Humanidade. A última urna conhecida contendo as cinzas de Gandhi foi hoje lançada ao mar, simbolicamente, em frente a Bombaim.
Fazem falta, cada vez mais, homens como ele. Mas estou a pedir muito: se aparecesse só um, e só levemente parecido com o Mahatma, já estaríamos com muita sorte.

3 comments:

samuel disse...

Talvez... mas esse estaria com azar. Hoje também seria assassinado certamente...

Capitão-Mor disse...

Num mundo globalizado, com as decisões de poder tranferidas para as multinacionais, duvido que apareçam mais personalidades deste tipo.

av disse...

Em qualquer mundo estas personalidades são sempre incómodas. Pôem as sociedades ao espelho e obrigam-nas a ver-se como são realmente, um espectáculo que raramente é bonito. Por isso têm que ser eliminados, para que o autismo social possa continuar alegremente. Gandhi foi um homem notável a todos os títulos, e estes homens são raros. Infelizmente.