terça-feira, 30 de outubro de 2007

Lobos com pele de cordeiro


O presidente Sarcozy já condenou as actividades de uma ONG francesa denominada Arca de Zoé, pela tentativa de rapto de 103 crianças africanas.
Originárias da fronteira entre o Chade e o Sudão, estas crianças são, supostamente, órfãs de guerra. Como se essa terrível circunstância não lhes bastasse já, estes lobos disfarçados de cordeiros pretendiam traficá-las para adopção na Europa, violando todas as regras internacionais de adopção. Já tinham, até, sacado milhares de euros a centenas de famílias europeias, com a promessa de entregar-lhes os novos "filhos" tão ansiados. Parece que as autoridades do Chade descobriram a tempo a tramoia e prenderam todos os responsáveis da Arca de Zoé. A Unicef também já condenou a pretensa ONG.
Tristes tempos estes em que vivemos, em que até o bom nome das organizações de solariedade social é posto em causa. Tristes tempos, em que há quem some, sem um remorso, a extrema desgraça do desenraizamento à da orfandade, para satisfação dos bolsos de uns e à custa das frustrações de outros. Tristíssimos tempos, em que os países desfavorecidos se transformam em supermercados de crianças.

4 comments:

Capitão-Mor disse...

Realmente, se formos analisar as acções das organizações humanitárias e da indústria farmaceutica em África, temos que nos envergonhar do "nosso mundo desenvolvido"!

ana vidal disse...

É verdade, capitão-mor. Às vezes também tenho vergonha de pertencer ao tal "mundo desenvolvido".

samuel disse...

O ser humano tem um espírito ilimitado, só que por vezes vai nestas direcções...

ana vidal disse...

Verdade, Samuel. Imaginação não nos falta. O pior é quando escorregamos e a usamos mal, não é?

Bjs