segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Berardo's TV Show


Notícia de última hora
Tendo em conta a espectacular e inesperada subida de audiências do programa Prós e Contras, a administração da RTP acaba de mudar-lhe o formato a título permanente: a partir de agora, Joe Berardo será o Contra residente fixo (o contrato acaba de ser selado nos bastidores do auditório da Casa do Artista, com espumante levado pelo próprio), que enfrentará diversas equipas de Prós, cuja selecção deverá obedecer a um único e imprescindível critério - a esmerada educação dos seus membros.
Fátima Campos Ferreira poderá continuar a apresentar o programa, na condição de admitir levar uma ou outra chapada de vez em quando, assim como alguns apalpões e gritos ocasionais. Um novo elemento será ainda adicionado à equipa técnica: um intérprete.
Se o novo formato vier a confirmar o êxito indiciado pelo programa zero de hoje, a RTP pondera alterar o nome do programa para Berardo's TV Show.

13 comments:

manuel teixeira disse...

3 curtas observações a esta Notícia de última Hora:

1ª Champagne é uma marca registada que só deverá ser usada em referência a vinhos dessa região demarcada de França. Para outros productos equivalentes a designação deverá ser Espumante.

2ª No referente á contratação de intérprete, creio não só ser necessária como indispensável.

3ª No que diz respeito aos apalpões á apresentadora do programa, informo conhecer um candidato interessado.

Ana, gostei bastante desta tua entrada, de fino humor.

ana vidal disse...

Manel, obrigada pelo comentário. Tens razão, não pode ser "le vrai champagne". O espumante será Bacalhoa? E quanto aos apalpões: candidata-te aos Prós, pode ser que tenhas sorte.
Beijo

Margarida disse...

Que me desculpem, você e o Berardo, mas... é mesmo verdade que "Fátima Campos Ferreira poderá continuar a apresentar o programa"?
Uma desgraça nunca vem só...

Margarida disse...

Dito de outra forma: com ou sem o seu amigo Berardo, é mesmo verdade que o Prós e Contras foi considerado o melhor programa de informação da RTP e que a Fatinha levou um prémio? Quem o atribuiu? Alguém delira, seguramente! Qual a diferença entre ter e não ter Berardo...naquele programa?

Margarida disse...

Desculpe a insistência, Ana, mas... quem convidou o Berardo (e dezenas de outros Berardos que por lá têm passado) para aquele programa ? Não terá sido a Fatinha? Que mais ela merece, então - outras razões não houvesse - senão uns apalpões e uma chapada, de vez em quando? Sem ofensa, claro. Tudo, neste género de incidentes, parece ter um lado positivo, embora me custe entendê-lo, confesso. Não sei se reparou, mas, até aqui, nestes comentários, se perfilam "candidatos interessados"...

ana vidal disse...

Margarida,
LOL ;)
Só agora dei por estas suas intervenções em sequência delirante.
Já vejo que a fila de candidatos para apalpar e bater na Fatinha vai ser extensa...
Já agora, devo dizer que concordo consigo. O Berardo fez o programa bater no fundo, mas a verdade é que ele nunca andou muito à superfície. Também o acho fraco, e não percebo como é que ganhou prémios uma coisa tão medíocre.

JP disse...

Partilho da tua espécie de ódio de estimação pelo... pelo... por aquilo.

Começo a achar que a grande maioria dos madeirenses do sexo masculino é pródiga em boçalidade, física e intelectual.

Cristiano Ronaldo, Alberto João Jardim, Jaime Ramos, Joe Berardo...

Será que estes bananas não aprenderam nada com as ditas cujas?
Pequenas, jeitosas e de boca calada!!

Beijos.

rv disse...

Ora cá estamos nós outra vez em volta de um dos nossos ódios de estimação, hein?
Confesso que não vi o programa, mas e apesar de não duvidar do que os outros comentadores aqui disseram, tadinha da Fatinha, o que acham de canalizar as chapadas que seriam para a Fatinha todas para o... o aquilo?(obg, jp! - a mim também me custa dizer o nome)
Quanto aos apalpões, guardêmo-los para quem os mereça, não acham ?

rv disse...

Desculpa prima, vim aqui para gabar este teu texto, FANTÁSTICO, mas ... é mais forte do que eu: acabei só a cascar no ... aquilo.
Bjs

ana vidal disse...

Todos adoramos cascar no... aquilo. Mas tenho pena de que não o tenhas visto ontem, Rosarinho: tudo o que se diga é pouco, o homem superou-se!
bjs

ana vidal disse...

É verdade, JP, os homens da Madeira não convencem muito... a começar por... aquilo.
bjs

JG disse...

Eu, que não sou da sua família, que não sou da Madeira, que nunca o vi ao vivo e a cores, que não conheço ninguém que o conheça, ontem até tive pena do homem. Não haverá ninguém neste mundo de Deus que lhe diga que devia estar de boca calada e limitar-se a juntar dinheiro? Coitado, depois do que tenho lido por aí, o homem deve acalmar, penso eu de que...

ana vidal disse...

E haverá alguém que ele oiça, JG? Duvido muito. Ele adora palco, e descobriu que o dinheiro dá tempo de antena. Agora ninguém o cala. Acho é que alguma alma caridosa tem que dizer-lhe que precisa de umas aulas de português, e outras de dicção.
O homem está é deslocado, acho eu: no mundo do futebol, diluia-se e ficava como peixe na água.