quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Saltimbancando


Quase toda a minha vida cabe em 60 litros de mochila e meia dúzia de gigabytes de disco rígido. O resto são pessoas, locais e livros, mas esses não os posso carregar comigo.
Esta declaração poética faz parte de um belo texto de Jorge Rosmaninho, no seu Africanidades. Um homem em constantes andanças por África. Saltimbancando, como ele diz.
Boa viagem, Jorge, e que a mudança seja abençoada pelos deuses da sorte.

4 comments:

Anónimo disse...

Como é fácil entender estas palavras, principalmente para quem sente o apelo das terras africanas.
Carla

Sofia disse...

Gosto cada vez mais do Africanidades e da escrita que nele se pratica. Por curisidade, uma vez, fui ler alguns posts antigos e não me arrependi, muito bonitos, também pelas fotografias! beijinhos

Pedro disse...

Conheço mal o blogue e ainda pior o continente, mas o pouco que sei dá-me vontade de partir à descoberta de África, esse mundo à nossa frente ao qual estamos tão ligados.

JP disse...

Para mim, deambular pela Velha Europa (Barcelona,Paris, Viena, Roma, Florença, Veneza, Amesterdão, Glasgow, Estocolmo, Zurique, Budapeste, Praga) corresponderia a realizar um dos sonhos da minha vida.

Mas sei que África exerce um apelo irressitível e quem lá foi não se cansa de falar na cor e no cheiro da terra.