terça-feira, 23 de outubro de 2007

Grande Hermínia


Também Hermínia Silva faria hoje 100 anos, se fosse viva. Dizer que Hermínia era única é cair num lugar comum. Mas a verdade é que nunca ninguém tentou imitá-la, ou sequer aproximar-se do seu estilo.
Tinha uma capacidade inultrapassável de improviso. Os seus grandes êxitos “Marinheiro”, “Reza-te a sina”, “Rosa enjeitada”, “Fado das iscas” e “Tendinha”, eram cantados sempre de maneira diferente.
Mas Hermínia Silva não foi só uma fadista ímpar: também fez teatro e cinema, onde contracenou com grandes nomes da sua época. Ficou célebre a sua frase "Anda, Pacheco!"

1 comments:

Luis disse...

O vinho é que induca, o fado é que instrói. Nao havia tendinha como a cantada pela Hermínia. Grande fadista.